Receitas para saciar sua fome

Receitas para saciar sua fome

Compartilhar

Atualizado 17/10/2016 13:24

A volta das férias, ano após ano, o mesmo objetivo: se livrar dos quilos a mais herdados após tardes de bar e depurar nosso organismo para começar com o pé (e corpo) da nova estação. Mas como já bastante rígido é de se despedir da praia, o ar livre, e os dias intermináveis e sem pressa, queremos evitar criar as rigorosas dietas! Para isso, reunimos 10 nutritivas e saborosas receitas à base de alimentos depurativos.


1. Fitas com brócolis e nozes


Não renúncias a pasta em sua operação detox, renúncia às molhos. Estas fitas de tomate com brócolis e nozes são uma alternativa perfeita (e se, além disso, sustituyes as fitas de massa por tiras de abobrinha, você terá zero remorso). Sempre versátil brócolis é fonte de fibras e possui propriedades anticancerígenas e antioxidantes.

Fitas com brócolis e nozes

2. Tartare de vieiras com três pimentas


Rico em proteínas, este prato é uma explosão de sabor. O tartare de vieiras com três pimentas, além disso, é acompanhado de uma suave molho de rabanitos, também diuréticos e depurativos.

Tartare de vieiras os três pimentas

3. Salada morna de espargos


Guardar esta receita em seus livros de cozinha. E é que, além de superversátil e muito rica, esta salada morna de aspargos com ovo escalfado te ajuda a cuidar de si e colocar em cheque seus excessos. O toque de as passas e os pinhões termina arredondando este nutritivo prato perfeito para um jantar leve.

Salada morna de espargos

4. Humus creme de beterraba


Se o lanche entre as refeições ou a preguiça de cozinhar, depois de um dia duro de trabalho podem contigo, talvez você possa enganar com este humus creme de beterraba e feijão branco pode ter pronto na geladeira. A beterraba, rica em fibras, irá ajudar também a melhorar a aparência de sua pele, graças à vitamina A.

Humus cremoso de feijão e beterraba

5. Sopa fria de iogurte e mirtilos


Porque depurar o organismo não está bem disputado, tomar um doce, esta sopa fria de iogurte natural, framboesas e mirtilos será a sua melhor recompensa para o escritório. Uma fonte de probióticos e superalimentos, este prato não vai deixar ninguém indiferente.

Sopa fria de iogurte

6. Creme de funcho com tangerinas


Se você ainda não se tenha atrevido com a erva-doce, creme de funcho pode ser a receita perfeita para dar as boas-vindas à sua cozinha. Rico em fibras e baixa em calorias, é um vegetal aromático que oferece muitas possibilidades e combina bem com outros básicos de despensa, como a abobrinha.

Creme de erva-doce e tangerina

7. Salada de abacate e enguias


Se nos últimos tempos, te hás tornado tão fã desta fruta, que já faz parte incontestável de seu receituário, você vai adorar esta salada de abacate e enguias. Ácidos graxos essenciais, vitamina E, proteínas… Isso sim, lembre-se que não estamos tentando emagrecer, mas de depurar.

Salada de enguias e abacate

8. Salada bicolor com rabanitos


Com repolho e a queda de granada, esta salada bicolor com rabanitos é todo sabor. E, além disso, você sabia que os rabanitos favorecem a eliminação de resíduos do organismo? Adeus toxinas!

Salada bicolor com rabanitos

9. Salada de arroz com belo


Esquece as paellas do bar da praia, sob a brisa do mar e do “recicla” o arroz em receitas mais leves e, neste caso, perfeitas para levá-lo mesmo para o escritório. Apoio ao cliente preparar esta salada de arroz com bom te dará todos os nutrientes. Basmati integral, selvagem… o arroz é um dos melhores aliados para compensar os excessos.

Salada de cuscuz e atum

10. Lascas de alcachofras e funcho


E, por último, as alcachofras, rainhas indiscutíveis da desintoxicação. Nesta ocasião, chegam acompanhadas do funcho, uma hortaliça que poucos usam, mas que oferece muitas possibilidades. Rica em fibras e baixa em calorias, além disso, é superaromática e pode dar-lhe uma volta aos seus melhores pratos. Mas a receita, as lascas de alcachofras com molho de erva-doce que você vai encontrar no receituário de TELVA.com aposta fritar este vegetal, pode optar por versões mais leves, como por exemplo hornearlas.

Lascas de alcachofras

 

‘Feud’, série da HBO que deveria estar vendo

‘Feud’, série da HBO que deveria estar vendo

Bette Davis e Joan Crawford é usar de toda a sua vida e a HBO quis retratar essa rivalidade

Compartilhar

Atualizado 10/04/2017 16:47

Você Sabe por que interpretou tão bem às bruxas? Simplesmente porque não sou. Talvez seja essa a razão por que ela (Joan Crawford) interpreta uma lady“. Assim falava Bette Davis de seu rival A belle Crawford, como costumava autoria do epíteto com desprezo. E a HBO acaba de lançar uma série que recria os constantes confrontos.

Quando Bette começou no cinema, Joan, quatro anos mais velho, já era uma estrela em Hollywood. Suas carreiras se cruzaram várias vezes, seus pretendentes, também. Nos anos 40, tinham camarins contíguos nos estúdios da Warner Bros, e Joan, que tentava ganhar a Bette, lhe enviava flores, que sua vizinha sempre lhe devolvia.

Bette Davis e Joan Crawford nas filmagens de o Que aconteceu com Baby Jane?,...

Fizeram a fama. E maridos. Joan teve quatro e um Oscar; Bette quatro de cada, Oscar e maridos. Joan era deslumbrante, coalhada de diamantes, esposa de milionários como Douglas Fairbanks Jr.; Bette a rebelde, de caráter endiablado, capaz de ameaçar seu produtor com uma faca. Sua rivalidade alcançou uma fama tão lendária, que, quando suas carreiras declinados, o diretor Robert Aldrich ofereceu-lhes atuar como duas irmãs que se odiavam até a morte em What Ever Happened to Baby Jane? (O que aconteceu com Baby Jane?). O filme, que estreou em 1962, foi uma espécie de canto do cisne para ambas. Jamais voltaram a atuar juntos, mas Aldrich quis reuni-los, dois anos depois, em Canção de ninar para um cadáver.

Agora a HBO estreia Feud, oito episódios que formam uma espécie de caixa de espelhos: a série em torno de filmagem de um filme que escenificaba uma rivalidade verdadeira. Bette contra Jean. Baby Jane contra Blanche. Susan Sarandon contra Jessica Lange. A terrível e punitiva Baby Jane, presa em seu passado de menina prodígio, com seus cachos dourados e seu rosto de uma mulher idosa, que constrói a Bette Davis, será interpretada por Susan Sarandon. E sofrendo Blanche, antiga estrela de Hollywood está presa em sua cadeira de rodas, que foi o grande papel de Joan Crawford, será Jessica Lange.

COMO ACABAR COM CHUTES

O produtor Ryan Murphy, por trás de sucessos como Nick Turp ou American Crime Story, explica: “Não me interessava apenas rolar este espetáculo teatral e dramática, interessava-me a idéia do sexismo, do envelhecimento, da misoginia. Fazer 40, 45, 50, sabendo que se encontra em seu melhor momento e que as pessoas te diga: “você Está terminada”. Voltaremos a entrar em um drama de terror e ver se “Está acabada”, pode converter-se em uma razão suficiente para dar-lhe chutes a sua companheira de elenco, como se vê em uma das cenas de Feud, ou, ainda, a tentar cargártela…

COMPARTILHAR

‘Cinquenta tons mais escuros’ – FILME

‘Cinquenta tons mais escuros’ – FILME

Já está aqui o segundo capítulo, baseado no romance ‘Cinquenta sombras de Grey’


O casal mais hot do mundo do cinema regressa ao grande ecrã como um presente antecipado de dia dos Namorados). Anastasia Steele (Dakota Johnson) e Christian Grey (Jamie Dornan) retomarão sua intensa história de amor, cheia de sexo, emoções e bondage com ‘Cinquenta tons mais escuros‘. Seus protagonistas apresentaram a nova entrega da saga nos cinemas Kinépolis de Madrid e, para a ocasião, ela brilhou Gucci e ele fez o mesmo com um elegante traje de jaqueta e uma proeminente barba.


Já está aqui um dos filmes mais esperados do ano: “Cinquenta tons mais escuros”, a segunda parte do que fora uma das trilogias eróticas mais bem-sucedidas dos últimos anos. “Cinquenta sombras de Grey”. A primeira entrega da série, baseada nos livros de E. L. James, é, também, o dia de São Valentim de 2015 e arrecadou mais de 560 milhões de dólares em todo o mundo. E o 10 de fevereiro de 2017, quase dois anos depois, chega finalmente às salas de cinema portuguesas a sequela mais esperada.


No primeiro filme da saga, Anastasia Steele , que se tornou bilionário empresário Christian Grey, que tem uns gostos sexualmente falando muito particulares. Depois de ter terminado especialmente bem na primeira entrega, sabemos que em “Cinquenta tons mais escuros” o casal quer retomar seu relacionamento, mas esta não será um mar de rosas. Anastasia começa a trabalhar em uma editora e lá ela conhece Jack Hyde, seu chefe, que não tardou em deixar-se embriagar pela beleza da jovem e se enamorá dela.

Christian e Anastasia

Eis o primeiro problema, que não o último: quando parece que a relação vai se consolidando. aparecem figuras do passado. Sim, estamos falando da própria Elena Lincoln (Kim Bassinger), que introduziu a Cristã no mundo do bdsm. Mas a coisa não se fica por aqui, já que também virá Leila Williams, uma das ex-submissas de Grey.


Uma das coisas que sabemos cem por cento seguro do filme é sua trilha sonora será, como ocorreu no caso da primeira entrega, um sucesso. O I don’t wanna live forever”, de Taylor Swift, e Zayn Malik já é um dos hits do inverno.


Outra das certezas que podemos ter sobre as 50 sombras mais escuras é que uma das cenas da fita se tornará trending topic: a do baile de máscaras, uma seqüência do que todo mundo falava sem sequer ter estreado o filme.


Durante o primeiro fim-de-semana em bilheteria, 50 sombras mais escuras cobriu todas as expectativas. Com uma arrecadação de 4,9 milhões de euros em Portugal, é o melhor estréia no que levamos de 2017 (e superou o de Star Wars, o despertar da força em dezembro de 2015). Além disso, a fita já alcançou o número 1 em 51 países (com uma arrecadação mundial de 146,9 milhões de dólares).

10 receitas vegetarianas para descobrir que os vegetais não são chatos

A dieta vegetariana está em pleno crescimento, cada vez mais pessoas apontam para esta tendência gastronômica, onde os ingredientes não são apenas os legumes. Para que estes pratos não sejam monótonas há que ser bastante original na cozinha e não recorrer aos ingredientes básicos. Por isso que, desde a Escola de Cozinha da TELVA se agora revelado criativas receitas para que você desejar, mais que nunca comer legumes. O Que não lhe escape nenhum!


Grão de bico com legumes de verão

Grão de bico com legumes de verão

No verão, a melhor forma de comer legumes é na salada. A receita de grão de bico com legumes de verão é uma boa opção para não comprometer os legumes, já que são essenciais na nossa dieta, pois é fonte de proteína. Além disso, esse prato é muito fácil de preparar e levar apenas legumes e tempero não é pesado.


Legumes ao vapor com maionese de pimenta de caiena

Legumes ao vapor com maionese de pimenta de caiena

Os legumes no vapor, sempre se apresentaram como um prato muito recorrente no jantar. Isso sim, às vezes pode ser um tanto insípidas se não se aderezan ou combinam-se com um saboroso ingrediente. Por isso, as verduras a vapor com maionese de pimenta de caiena é uma boa forma de comer essas verduras, já que se lhes acrescenta um molho original. Agora só lhe resta escolher se as opções para almoço ou jantar, porque estão ¡deliciosas!


Lascas de alcachofras fritas com molho de erva-doce

Lascas de alcachofras fritas com molho de erva-doce

As lascas de alcachofras fritas com molho de erva-doce além de ser um autêntico manjar, é um prato que contém muitos benefícios. As alcachofras não podem faltar em uma alimentação equilibrada, já que equilibra os níveis de açúcar no sangue e protege o fígado, além disso, é essencial nas dietas para perder peso. Ao aderezarlas com o molho de erva-doce dão um sabor singular. Ideal para jantar!


Berinjelas ao miso com gergelim torrado

Berinjelas ao miso com gergelim torrado

As berinjelas ao miso com gergelim tostado é uma receita de fácil preparo que também está repleta de nutrientes. A berinjela contém inúmeras propriedades curativas e é um excelente diurético,que traz muitos minerais ao organismo. Um prato perfeito para jantares de verão.


Bimi em tempura com molho teriyaki

Bimi em tempura com molho teriyaki

O bimi é uma verdura que se conhece na Europa com o nome de broccolini e surgiu como um cruzamento natural de duas espécies de plantas: o brócolis e a couve chinesa. O bimi apresenta-se como una verdura carregada de vitaminas e nutrientes essenciais.A tempura, que tanto caracteriza a comida japonesa, se converte em uma deliciosa maneira de cozinhar esta verdura. Por isso que o bimi em tempura com molho teriyaki está repleto de benefícios. Além disso, Não se pode resistir a eles!


Macarrão ao pesto com abacate e castanhas de caju

Macarrão ao pesto com abacate e castanhas de caju

A massa, além de legumes é um dos ingredientes que mais são consumidos na dieta vegetariana. Mas se você sempre se cozinha com os mesmos ingredientes, fica muito monótono. No entanto, o macarrão ao pesto com abacate e castanhas de cajué uma forma diferente de preparar e o melhor de tudo: é sanísimo!


Cogumelos caramelizados com molho de soja

Cogumelos caramelizados com molho de soja

Os cogumelos estimam uma infinidade de vitaminas e de minerais, trata-se de uma verdura que é participada em inúmeras combinações, já que pode servir como acompanhante ou prato principal. Na receita cogumelos caramelizados com molho de soja, tornam-se o único ingrediente que, com base caramelizada e molho de soja apresentam um delicioso toque oriental.


Creme de tomate e manjericão

Creme de tomate e manjericão

Os cremes e sopas frias são mais demandadas nas refeições de verão. O creme de tomate e manjericão, além de ser muito refrescante e leve, possui abundantes benefícios próprios do tomate. Uma receita perfeita para servi-la, como primeiro prato!


Salada de quinoa com rúcula, mirtilos e milho

Salada de quinoa com rúcula, mirtilos e milho

A quinoa é moda, e não é para menos, porque suas propriedades são infinitas. Na salada é uma das melhores opções para comer o “superalimento” e esta base você pode adicionar os ingredientes que quiser. Salada de quinoa com rúcula, mirtilos e milho te adorar por sua combinação original.


Frutas com pudim de chia

Frutas com pudim de chia

As sementes de chia vieram para ficar, e ainda podem se apresentar de várias formas, com frutas é o mais habitual. As frutas com pudim de chia é uma receita perfeita para um lanche verão e, além disso, é muito natural porque se complementa com manga e iogurte.

Torta gelada de limão e outras sobremesas fácilesBizcocho de iogurte e outros bolos clássicos que não fallanCrema de alho-poró e outras sopas frias para a primaveraTu melhor gaspacho: 3 receitas originais

10 mandamentos para se vestir bem no verão

10 mandamentos para se vestir bem no verão

O verão tem a auto-estima alta. Milhões de pessoas esperando durante todo o ano, o sol e as férias, mas também porque pensam que vestir é fácil. Crasso erro. Vestir claro é, talvez, um dos grandes desafios da moda. Analisamos como a leveza é difícil e o que fazer para remediá-lo.


1. Cuidado com a fadiga floral, essa patologia contemporânea


Estes vestidos funcionam de dia e de noite, com sandália, alpargata, salto sensato e até mesmo insensato. Chloé e Erdem apostavam por eles quando nós estávamos entregues a qualquer outra tendência. Os Ganni não falham, reúnem todos os requisitos, até um que nos fascina: são difíceis de encontrar em Portugal. Os ingleses dominam a arte do tea dress, um vestido para socializar de maneira informal; embora prefira o chá, pense nisso.


Mas o vestido floral, com sua aparência inocente, o carregamento, e o diabo. Um conselho: cuida sempre o padrão, porque nem todas as flores são iguais; um mal estampa é difícil de defender, porque ocupa muito espaço visual. Leva o teu vestido estampado com algo com o que, aparentemente, não combine, como umas botas cowboy ou um saco tricolor de Danse Lente. E isso nos leva ao próximo ponto.


2. Não te esforces muito


Ou melhor, que não se note que você se esforça demais. Não repita looks inteiros que viu no Instagram, não se vistas dos pés à cabeça de Frida Kahlo, não uses muito várias tendências em uma única saída para a rua. A falta de autenticidade é chato na moda, no petit-point e na alta política.


Mas não te esforces muito pouco. Existe a falsa crença de que, no verão, não-tem-que-pensar-que-te. Que disparate! Sempre há o que pensar, mas não se deve notar. Não há muito mais o que acrescentar neste ponto. Leve a sério o verão: Por que, em janeiro si e em julho não? Se você tem estilo, envolvida em seu abrigazo de dupla face ou em seu pulôver Knitbrary, você pode ter todo o ano. Ânimo, você pode.


3. O linho é seu amigo


Não queremos escutar essa frase tão pedestre que afirma que “se enruga muito”. Claro que sim, e esse é o seu charme. Poucos materiais são tão frescos, atemporais e que façam parecer Diane Lane em quase qualquer um de seus filmes. Uma boa camisa de linho (Uniqlo tem uma coleção inteira), um campea ou uma americana disfuncional de michael fê serão como abraços. Também são seus amigos a seda e o algodão bom; todos os tecidos naturais e sentir-se em harmonia com eles. A partir daqui, reivindicamos a “moda-abraço”, que acompanha o corpo.

Álbum

4. O branco, terreno delicado


O branco pedimos muito. Muito. Queremos estar bronzeadas para que realce (não é necessário porque sentir-se bem sempre), não queremos parecer noivas (ninguém vai pensar que você se casa, sentada em um terraço em Malasaña). O alvo procuramos um tom entre o boêmio, o burguês e o sofíacoppolista. O verão é o momento de usá-lo de forma desenfreada. Além de estar carregado de simbologia conhecida (pureza) é um reputado. Teste com um vestido solto (veja a Mia Farrow em Rosemarys Baby). Tornai a levá-lo em uma camisa com calção branco visual total ou com um simples top de, é claro, de linho. Todo o mundo parece mais interessante do que é vestido de branco.


5. E o preto?


Bem, obrigado. Esta cor também é para o verão. Ou pelo menos pensava Jackie Onassis, que o usava em seus veraneos em Capri com um caubói branco (sempre aliado) ou na saia de babados, xale, grandes brincos e risca ao meio. Aproveitamos para reivindicar esse penteado, lorquiano e com caráter. Céline tem vestidos pretos oversize e frescos. Jacquemus também usa o preto, e já sabemos que no universo Jacquemus sempre é verão e todo mundo é feliz.


6. O verão e os seus terrenos alagadiços


A moda gosta desses terrenos. Há muitos. Um muito verão é o que envolve shorts e bermudas. As bermudas são aquela peça de roupa que sempre é melhor para os outros. Mas nós podemos ser “os outros”. As bermudas têm o veranieguismo do short e um pouco mais de formalidade. Marcas como Ferragamo, Marc Jacobs, COS ou Cabo têm várias nesta temporada; combinadas com camisas ou tops elaborados são, até mesmo, lisonjeiras.


7. Ode ao kaftan


A partir daqui, queremos prestar um curtíssimo homenagem a esta peça tão controverso e tão necessária. É controversa porque roza um dos temas favoritos da moda nos últimos tempos: a apropriação cultural, um jardim, o que hoje não nos adentraremos. A tentação de “tomar emprestadas” peças de outras culturas é sempre grande e o kaftan é muito atraente. Também é necessário porque algumas peças pode ter um guarda-roupa com mais personalidade e mais lisonjeiras. São encontrados com facilidade: os da H&M são bastante eficazes, mas se queremos um capricho, Oscar de la Renta, que os tem tão fabulosos que aguantarían abalaram Oscar. O kaftan funciona na cidade, à beira da piscina e à noite. Adicione os acessórios adequados (não muito marroquinos) e tem o vestido curinga do verão. Além disso, te fazem sentir que estás nos anos 70, que é parte da gangue de Yves Saint Laurent e o que está recostada em uma almofada em Villa Oasis. Inshallah.


8. Como sandálias, sim ou não?


Claro que sim. Manolo Blahnik declarou uma vez que o mais elegante para ele eram algumas camponesas russas que viu com os pés descalços. Não seremos aqueles que questionemos o senhor Blahnik, mas há que ter cuidado com os pés descalços. Há uma palavra importante de quatro sílabas que devemos pronunciar muito: pe-di-cu-ra. Pode ser em casa ou no salão, com a cor ou com a unha nua, mas deve existir.


9. Aqui viemos para jogar


Na moda, como na vida (e como no verão), tem que ousar. Experimente usar um vestido para o Johanna Ortiz com umas Arizona (em Copenhaga o fazem e a Escandinávia é a nova França), uma camisa de manga abullonada com cerca de macropantalones, um minitraje de revestimento para o Clueless. Jogue com os volumes: mais é mais e é muito mais moderno que menos é menos.


10. O verão, território selvagem


É negligente e preguiçoso. É uma pena que vistas, durante os meses de calor, com o-primeiro-que-se-vai-acontecer. Mas ainda dá mais pena que você siga todas as regras ao pé da letra. Na moda, não há decisões erradas ou, se as há, que ao menos sejam as SUAS decisões erradas.

O belted bag: a nova forma de levar a riñonera30 produtos de beleza (muito novo), que valem a pena investir o Que me coloco para viajar de avião nestas férias?

COMPARTILHAR

10 alimentos anti-stress com os que não engordarás

10 alimentos anti-stress com os que não engordarás

Reuniões de última hora, chegar a casa e que se acumulem as obrigações, seja o que for, é sentar no sofá e se tornar um poço sem fundo de comida (como os pais de Chihiro em “A viagem de Chihiro”). Isso não é fome, é ansiedade. Temos que ser racionais, identificar onde acaba a fome e onde começa – sem fim – a famosa ansiedade (responsável por muitos quilos a mais) e até mesmo problemas de estômago.


Para frear esse processo, podemos pensar em frio e acalmar nossos instintos mais nervosos. Pode dedicar-se a poucos minutos a meditar, perfeito se você está em casa e você tem tentações de esvaziar a geladeira. Mas se você está no trabalho, em plena crise, o melhor, em vez de voar para a máquina de vending pode comer algum alimento que o especialista Ata Pouramini nos recomenda. Explica-Nos que irremediavelmente “associamos a comida doce, rica em gorduras e açúcares para um estado prazeroso, uma recompensa após um dia duro ou como ‘antídoto’ contra as tristezas e problemas. Nos acalma, nos consola, nos acalma. Ou assim parece, porque, na realidade, nos produz o efeito contrário. Não imediatamente, mas sim a longo prazo”.


O que significa que nos prejudicam a longo prazo? “Nos descompensan emocionalmente, no sentido de que a ingestão repetida de açúcares industriais e gordura saturada nos produzem picos de insulina. São conhecidas popularmente como subidas e descidas de-açúcar, que, além de contribuir para o armazenamento de gordura, nos produzem alterações de humor significativos“.


Outro dos elementos que jogam contra nós quando a ansiedade nos devora por dentro é que comem muito depressa. Não masticamos o suficiente e isso não só reverte em más digestões, mas que comemos mais quantidade! O estômago demora até 20 minutos para enviar o sinal ao cérebro de que está “cheio” por assim dizer de uma maneira coloquial. Se comemos à velocidade da luz não estamos racionalizando nem a quantidade, nem muito menos, deixamos que nosso organismo trabalhe em ritmo normal, e, em que a quantidade se refere estamos dando-lhe vinte minutos de comida lixo do que inicialmente pensávamos que precisaríamos para falsamente acalmar o nosso nervosismo.


Uma dieta equilibrada e rica em legumes e proteína vegetal pode ajudar a espantar o nervosismo e a tranquilidade. Estes são alguns dos alimentos que recomenda o especialista Ata Pouramini.



  1. Kefir, mas atenção, o kefir não láctea, fermentado em xarope de agave e água em vez de leite . Um estudo realizado em 2013 na UCLA ( Universidade da Califórnia, Los Angeles ) revelou que as mulheres que tomavam probióticos em iogurtes demonstravam menos atividade cerebral na área associada com o estresse.

  2. Caju, muito ricos em zinco, um mineral essencial para o ajudar a baixar os seus níveis de ansiedade.

  3. Este mineral também pode ser encontrado em frutos do mar, como as ostras, que, além disso, podem nos oferecer essa sensação prazerosa, já são consideradas uma iguaria.

  4. Salmão, rico em Ômega 3, cuja eficácia na hora de ajudar a combater a insônia é considerada provada, daí que se recomende a suplementação em comprimidos nos casos de dificuldade para conciliar o sono. Outros peixes, como o atum ou a cavala também cumprem essa função.

  5. Espinafre, algas, acelga; todas as verduras de folhas muito verdes. Contém folato, essencial para a produção de dopamina, o hormônio da felicidade e do bem-estar.

  6. Sementes . Costumam conter grandes níveis de magnésio, um mineral fundamental para a regulação da tensão arterial. Já são comercializados em supermercados e pequenas lojas de alimentação. O autor de Escola de Costas recomenda as de linhaça e chia.

  7. Se falamos de carne, o triptofano, responsável pela produção da serotonina, nossa substância anti-depressiva, encontra-se o frango e peru, a carne magra,

  8. O triptofano é encontrado também em algas, vegetais do mar, cada vez mais presente em nossos pratos.

  9. O chocolate, sim, mas como um pequeno prémio simbólico, nada de tomar o comprimido, pois sempre queremos mais . É muito viciante.

  10. E como ponto final, sim, ignorar todo o tipo de dietas, um dia da semana. O cheat meal nos acalma.