PostHeaderIcon Cortejo cultural abre oficialmente a quadra junina em Belém

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

Fantasias coloridas, banho de cheiro, música e o clima de alegria que costuma marcar essa época do ano. Foi esse o clima que invadiu as ruas do centro de Belém no último domingo durante a abertura oficial da quadra junina, organizada pela Prefeitura, sob a organização da Fundação Cultural do Município (Fumbel). A chuva que caiu agitou ainda mais o público que acompanhou o arrastão cultural, reunindo pássaros juninos, grupos parafolclóricos e bois-bumbás.

A concentração dos grupos culturais vindos de vários bairros de Belém e até do interior do estado aconteceu na rua Oswaldo Cruz, em frente ao anfiteatro da Praça da República. A comitiva seguiu pelas avenidas Presidente Vargas e Assis de Vasconcelos, encerrando, por volta das 15h, na praça Waldemar Henrique, onde foi declarado oficialmente aberto o concurso de quadrilhas juninas.

“O cortejo fortalece as nossas raízes. Por meio de eventos como esse, promovido pela Prefeitura de Belém, procuramos mostrar as nossas manifestações culturais”, disse o presidente da Fumbel, Raimundo Pinheiro. Este é o segundo arrastão promovido pela Fumbel, que a cada ano procura dar maior amplitude ao evento.

Os Cabeçudos, símbolos tradicionais da cidade de São Caetano de Odivelas, interior do estado, também marcaram presença na festa mostrando toda a alegria e o colorido da cultura popular paraense. “Isso tudo é para mostrar para Belém e para o Brasil a nossa riqueza cultural”, ressaltou o titular da Fumbel.

O pássaro junino “Pavão”, da ilha de Mosqueiro, e o grupo parafolclórico “Os Baioaras” também marcaram presença no cortejo. “Não há outro lugar com uma cultura e uma festa como esta. Temos uma manifestação artística muito forte”, disse Lina Brito, paraense que mora em Fortaleza (CE) há 30 anos. “Só Belém para ter uma festa como esta”, disse, depois de tomar um banho de cheiro oferecido pelas erveiras do Ver-o-Peso.

A festa encerrou com show do grupo Arraial do Pavulagem, acompanhado dos cordões de pássaros Tucano, Sabiá, Colibri, Bigodinho, Oncinha, Papagaio Real, Uirapuru, Leão Dourado, Bacu e Tem-Tem, além dos grupos de toada Encanto Marajoara, Tupã e Etnia da Dança.

Os grupos parafolclóricos Encanto de Curió, Sabor Marajoara, Tamba Tajá, Sesc, Flor da Amazônia, Charme Cabloco, Frutas do Pará e Uirapuru deram um colorido especial à festa, já marcada pelo ritmo dos bois-bumbás Brilho da Noite, Caprichoso, Flor de Todo Ano, Luar do Marco, Paraense, Campeão do Brasil, Atraidor e Garantido, além dos Bois de Mascaras Faceiro de São Caetano de Odivelas e Rei do Campo.

Cortejo cultural abre oficialmente a quadra junina em Belém